Aberto: Segunda a Sábado / 24 horas

Certa noite, estacionei o carro nas imediações do Bar do Nonô e fui abordado por um suposto vendedor de bilhetes de loteria e não dei a ele nenhuma atenção. Cheguei no Nonô, pedi o caldo de mocotó completo e uma cerveja, que passei a dividi-la com um amigo que morava em Belo Horizonte e era natural de Elói Mendes, minha cidade. No meio da nossa conversa, fomos interrompidos pelo mesmo sujeito, que me abordara querendo vender um bilhete, dizendo:

- Doutor, o senhor tem certeza de que não quer comprar este bilhete? Veja só, o número 4215 é a placa do seu carro.

Admirado pela coincidência tratei logo de comprar o bilhete, pagando o dobro do valor.

Na hora de pagar a conta, ainda encabulado com a coincidência, mostrei ao meu amigo o papel que também se surpreendeu. Ele tomou o bilhete nas mãos e, em seguida, se curvou quase ao chão, dando uma enorme gargalhada. Sem entender, perguntei-lhe o motivo do riso e ele exclamou:

- Este bilhete já está corrido faz quatro meses!

 

Atualmente moro em Elói Mendes e, sempre que venho a Belo Horizonte, ligo para esse amigo e vamos juntos tomar um caldo de mocotó no Nonô e ele me pergunta se já comprei outro bilhete, se desta vez, conferi a data do sorteio.